Foto: Mandy Fontana / Pixabay

Certa vez o Diabo viu um burro amarrado a uma árvore e pediu a um de seus demônios para soltá-lo. Depois de ser solto, o burro entrou em uma horta de camponeses vizinhos e começou a comer tudo.

A esposa do dono da horta, vendo o que estava acontecendo, pegou sua arma e matou o burro. O dono do burro viu o que a mulher havia feito e, cheio de ódio, também pegou seu rifle e atirou contra a mulher.

Ao voltar para casa, o camponês encontrou sua mulher morta e acabou matando o dono do burro. Os filhos do dono do burro, ao encontrarem o pai morto, resolveram queimar a fazenda do camponês.

O camponês, em represália, os matou. Um anjo vendo tudo aquilo perguntou ao Diabo:

– Viu só o que você fez?

O Diabo respondeu:

– Eu não fiz nada, apenas soltei o burro.

Reflexão

O Diabo não é o culpado por todas as coisas ruins que acontecem pelo mundo. Em diversos momentos, ele apenas cria as situações, e os homens, por estarem longe de Deus, se deixam levar pelo ódio que resulta do Diabo para matar e destruir.

Muitas vezes, o Diabo precisa apenas “soltar o burro” para que nós, por nossas próprias decisões, sejamos destruídos e condenados pelo resultado delas.

Observação

O demônio é um anjo, e por isso, criatura superior aos homens, com inteligência muito superior a nossa. Conhecedor do ser humano, ele consegue por um simples ato desencadear uma série de situações. Rezemos e sejamos zelosos para não cair nas armadilhas do maligno.


Autor Desconhecido

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.