Nossa Senhora Universal

Nossa Senhora Universal

Hoje, no Brasil, celebramos os Santos Apóstolos São Pedro e São Paulo. É dia em que nossas mãos se erguem em oração, de modo muito particular, pelo Santo Padre o Papa.

Para viver bem este dia, gostaria de lhes falar de uma irmã minha espiritual, leiga, que foi Apóstola no mundo, trata-se da Venerável Flora Manfrinati (1906 – 1954) fundadora da Obra de Nossa Senhora Universal.

Na escola da Cruz

Flora, nascida em 8 de julho de 1906, desde a mais terna infância, aos três anos, teve que se encontrar com sua companheira inseparável: a dor. Perdida no campo, foi encontrada desacordada cheia de chagas.

Ferida por todo o corpo, por 7 anos não pode enxergar. Como pode se imaginar, sua educação ficou prejudicada. Seu Mestre será “o Pequeno”, Jesus, seu mestre.

Consagrada no mundo

Posteriormente teve alguma melhora, mas para sempre sua vida será marcada pela dor. Aos dezesseis anos, olhando pela janela, ouve as palavras que definiriam sua vocação: “Tu és minha esposa; eis a nossa família, o mundo”.

Estas palavras ressoam muito também em nossa vida. Não podemos nos esquecer que a vida de união com Deus, não nos fecha em nós mesmos, mas nos torna membros de uma grande família. Flora entendia isso profundamente, por isso poderá dizer:

“A minha casa está em todo lugar em que se encontre um Sacrário. A minha casa está ainda em todo lugar que não o haja, porque em todo lugar em que não o houver, eu devo levá-Lo com a minha alma.”

A Hóstia

Como se vê, Flora foi uma autêntica alma eucarística. Certa vez, Flora confiou à sua “irmã de amor e de fé” Lina Prisa, que estando no forte em Sottomarina, lhe foi dito:

“Eis o forte dos homens, mas o teu forte será aquele da Hóstia. Aqui no forte se esconde o homem, para fazer guerra contra a irmão que é o inimigo, mas na Hóstia se esconde o homem, para combater contra o demônio, que é o inimigo”.

Filha de Nossa Senhora Universal

Na vida de Flora, Maria Santíssima teve sempre um lugar importantíssimo. Em suas palavras: “Maria meu refúgio, minha conselheira, minha Mãe. Eu me confiarei só a ela”.

Como sabemos, a verdadeira devoção à Maria é um caminho pedagógico e Flora deixou-se educar. Lhe dirá nossa Mãe: “A peregrinação é o teu coração, o santuário é a tua alma. Pare em ti mesma e terás o santuário e templo de Deus”.

Verdadeiramente Flora será predileta de Maria. Ela mesma se chamava: “Filha de Nossa Senhora Universal”. Fará pintar sua imagem (que está acima) que será abençoada por Pio XII. Agradeço sinceramente à Obra de Nossa Senhora Universal por ter nos permitido divulgá-la aqui.

Nossa Senhora Universal se apresenta com seus braços abertos como verdadeira Mãe de Misericórdia, que abraça o mundo inteiro, ela se mostra a nós como nossa Mamãe.

Assim invoca a Venerável Flora invoca Maria:

“Vinde, ó Senhora do Céu e da terra, em meio aos teus filhos; olhai para nós todos, um a um; leia em nossos corações aquilo que queremos Te dizer e não sabemos exprimir; perdoai a nossa miséria e fazei que todos Te sintamos como Mamãe e que Tu possas dizer: “Sois meus filhos”.

Flora Manfrinati

Filha da Igreja

Nossa Senhora Universal se mostra muito particularmente como Mãe da Igreja. Ela é quem nos forma para vivermos como autênticos filhos da Igreja. Eis seu grande ensinamento:

“Desejo que no coração de cada alma eleita haja um único lema: “Vivo com a Igreja, a minha casa é a Igreja, o meu pão encontro na Igreja, a minha humildade encontro na Igreja, a minha força encontro na Igreja!

Vivo com a Igreja, porque a Igreja foi colocada e abençoada por Cristo, dela recebi a vida através dos Sacramentos; o meu pão encontro na Eucaristia, a humildade encontro na Hóstia, onde um Deus se esconde, cala, espera em silêncio, em um Sacrário obscuro…”

Flora viveu profundamente estas palavras. Como amava a Igreja! Como amava o Papa!

A santidade no mundo

Flora viveu escondida, servindo a Igreja, num incansável apostolado. Foi fundadora da Obra de Nossa Senhora Universal. Viveu como Esposa de Cristo, servindo sua família: o mundo, exatamente como tinha lhe sido dito. Encontrará seu divino Esposo em 12 de março de 1954.

Em 1960 foi aberta sua causa de beatificação. Flora se tornou Venerável, por decreto de São João Paulo II, em 12 de janeiro de 1996. Rezemos pela sua beatificação!

Pelo Santo Padre

Inspirada na mensagem eclesial de Flora, em 1957, foi iniciada a Cruzada de Mundial de oração pelo Santo Padre com a jaculatória: “Nossa Senhora Universal, protegei o Vaticano, e através do Vaticano, protegei o mundo”.

Flora, na sua vida oculta e simples, nos ensina que nós leigos somos chamados a ser apóstolos. Como? Sendo filhos fiéis da Igreja, abraçando nossa cruz de cada dia, vivendo escondidos na Eucaristia, sob o manto de Maria. Que Flora nos inspire a rezar hoje e sempre pelo Santo Padre o Papa.

Todos nós, com nossas orações, podemos participar desta Cruzada de oração. Não é tão atual este chamado?

Quem quiser conhecer mais sobre a devoção à Nossa Senhora Universal, sobre a Venerável Flora ou aderir à Cruzada de Oração, pode se dirigir à sua obra:

istitutoflora@hotmail.com
www.istitutoflora.org

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.