Foto de S Migaj no Pexels

Talvez você tenha crescido num ambiente católico. Participou da catequese infantil, recebeu os sacramentos, fez retiros e tantas outras coisas. Cresceu e naturalmente o seu mundo também. Agora estuda, conhece pensamentos diferentes, namoros, festas, uma juventude toda para viver, com muita curtição.

Entretanto, seu pensamento se tornou crítico. Que bom, porém, superficial. A Igreja que é a tua mãe, tornou-se uma vilã da história, uma mentirosa e retrógrada. Em Deus você diz que acredita, mas não reza mais. Uma realidade que não afeta mais sua existência.

Santo Agostinho se aventurou da mesma maneira. Inteligentíssimo, chegou ao ceticismo, negou a possibilidade de afirmar alguma verdade. Dono de si mesmo, fazia o que queria, no fundo percebeu que era escravo das suas paixões, por isso, vazio. Chegou a dizer que a Sagrada Escritura não servia para nada.

De repente, tudo muda. O que seria uma mentira é toda Verdade que ele precisava saber. Uma luz que iluminou toda a sua vida. Chegou a afirmar: “fizeste-nos para ti e inquieto está o nosso coração enquanto não repousar em ti”.

Quantos corações estão inquietos por aí, escondidos em festas noturnas, em relacionamentos, no consumo exagerado de bebidas e na ilusão do mundo das drogas.

Meu irmão, é próprio da fé procurar a razão. Procure a razão pela qual vale a pena dar a vida. Deus não é uma mentira. Que seu mundo cresça, mas que também tenha espaço para Deus.

Tudo aquilo que cresce sem Deus é como um prédio sem fundamento, prestes a desmoronar. Lembre-se que “a pedra que os pedreiros rejeitaram, tornou-se agora a pedra angular”.

Deus é a paz que você procura!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.