Imagem de Grzegorz Krupa por Pixabay

A quarta-feira de cinzas é um dia especial para todo católico, pois dá início ao período quaresmal, tempo de penitência e de reconciliação com Deus. A palavra cinza vem do Latim “Cinis” que significa material sobrado do fogo e desde a antiguidade tem sua cor ligada a tristeza e penúria.  A partir do ano VI [aproximadamente] a igreja Romana utiliza a imposição de cinzas neste tempo e com uma finalidade penitente.

Vale ressaltar que a cinza além de sinal de humilhação [a Deus] é, também sinal de profunda simplicidade fazendo o cristão lembrar que “O Senhor Deus Formou o homem do pó [barro] da terra e pó há de tornar” (Gn 2,7. 3,19).

O profeta Jeremias comprova que a utilização das cinzas depositadas na cabeça [hoje é feita na fronte] como forma de penitência, é um hábito muito antigo do povo Hebreu: “Ó filha do meu povo, veste o saco, revolve-te nas cinzas. Cobre-te de luto como se fosse por um filho único e ecoem teus amargos gemidos.” (Jer. 6,26).

Participar da celebração das cinzas, nos dias atuais, significa que o cristão se dispõe publicamente, a seguir as orientações católicas para o período quaresmal, que é uma sincera reflexão sobre a vida a mudança da mesma com uma real conversão interior.

Podemos definir a imposição das cinzas como um ato/sinal sacramental. Com isso a igreja objetiva consagrar a vida do fiel a Deus, sobretudo, em seu cotidiano:

“Chamamos de sacramentais os sinais sagrados instituídos pela Igreja, cujo objetivo é preparar os homens para receber o fruto dos Sacramentos e santificar as diferentes circunstâncias da vida. Entre os sacramentais, ocupam lugar as bênçãos. Compreendem ao mesmo tempo o louvor a Deus por suas obras e seus dons e a intercessão da Igreja, a fim de que os homens possam fazer uso dos dons de Deus segundo o espírito do Evangelho” (S1677/8).

No que diz respeito ao jejum e a abstinência, a igreja determina que de 18 a 60 anos os jejuns são obrigatórios em dias específicos e que fora dessas idades passa a ser opcional. Outra prática motivada ao cristão é a busca de confissão e também praticar a caridade.

Não existem distinções de pessoas para recebimento das cinzas e não existe um tempo determinado para permanecer com as cinzas na fronte.

“Convertei-vos e crede no Evangelho”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.