Foto: Pe. Diego Azevedo com os alimentos arrecadados em Alfredo Chaves

Na Semana Nacional da Família 2019, nossa paróquia arrecadou alimentos para que fossem entregues as famílias mais necessitadas de Alfredo Chaves. Graças a Deus, aqui na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, os movimentos e pastorais fazem isso com frequência.

Gostaria de partilhar um pouco do que vivemos e a grandiosidade de Deus, falando conosco e nos ensinando diversas lições em cada detalhe.

(Confira a entrevista com o padre Diego Azevedo)

Doação

Em uma doação específica, o produto não veio por inteiro, mas ali ficou a mensagem de Deus dizendo que, existem pessoas que não doam o que sobra, mas dividem aquilo que tem. Naquele momento, Deus nos ensinou o que de fato significa doação.

Alimento Espiritual

Na entrega das doações arrecadadas, algumas famílias não queriam receber só o alimento, mas também a oração. Cada um de nós é chamado a alimentar as pessoas não somente com o alimento físico, o pão, mas com o alimento espiritual, através da palavra de Deus.

Cura

Em algumas casas, recebi não só o agradecimento, mas também um beijo. Um beijo que me mostrou, que um simples gesto e apenas um toque, cura o coração das pessoas.

Imagem e Semelhança de Deus

Nos bairros por onde passamos, algumas pessoas me reconheceram na hora. Eu sinceramente não as reconheci, mas havia por parte delas um grande respeito, que me fez entender que nem sempre conseguimos enxergar com os próprios olhos, aquilo que Deus faz através de nós.

Partilha

Algumas pessoas me pararam durante as entregas e partilharam sobre suas vidas, abrindo o coração. Ficou a lição de que precisamos ouvir mais as pessoas, deixar que se abram conosco.

Águas mais profundas

Em um determinado momento, foi preciso subir a pé um grande morro. Reconheci que é necessário sairmos da nossa zona de conforto, pois é fundamental levar o Evangelho a outros lugares e a outras pessoas.

União

Por fim, na última casa, de uma família pentecostal, fizemos juntos um grande louvor a Deus. Ficou claro pra mim, que Deus quer a nossa união.

Servir a Deus

Senti a necessidade de partilhar nossas experiências, para que você entenda que vale a pena sim servir a Deus, ser de Deus. Eu, como jovem que sou, afirmo com toda convicção, que não perdi absolutamente nada ofertando a minha juventude a Cristo.

O relato acima não é algo incomum, que acontece uma vez ou outra. Existem muitos padres e leigos fazendo a mesma doação, diariamente, mas sem nenhuma manchete nos jornais e revistas.

Foto: Pe. Diego com sua mãe após ser ordenado padre / Reprodução do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.