"Louvado, adorado, amado seja a todo momento o Santíssimo Coração Eucarístico de Jesus em todos os tabernáculos do mundo até a consumação dos séculos. Amém." / Foto: Radio Cristiandad

A Guarda de Honra do Sagrado Coração, atualmente chamada de Hora de Presença, foi fundada pela Serva de Deus Irmã Maria do Sagrado Coração Bernaud (1825-1903), Monja da Ordem da Visitação de Santa Maria, Ordem predileta do Sagrado Coração.

Você conhece a Ordem da Visitação de Santa Maria?

A Ordem da Visitação de Santa Maria foi fundada em 1610, por São Francisco de Sales (1567-1622), Bispo de Genebra e Doutor da Igreja; e por Santa Joana Francisca Frémiot de Chantal.

Foi a Ordem escolhida e privilegiada pelo Sagrado Coração de Jesus, como a própria Santíssima Virgem manifestou à Santa Margarida Maria Alacoque (1647-1690), Monja da Visitação e Apóstola do Sagrado Coração, em 02 de julho de 1688, quando lhe mostrando o Sagrado Coração de seu Filho, se dirigiu às Filhas da Visitação:

“Vinde, Filhas bem-amadas, aproximai-vos porque vos quero depositárias deste precioso tesouro que o Sol divino de justiça formou na terra virginal do meu Coração, onde ficou oculto nove meses, após os quais manifestou-se aos homens, que não conhecendo seu valor o desprezaram (…).

“Eis este precioso tesouro que vos é particularmente manifestado, pelo terno amor que meu Filho tem por vosso Instituto… É preciso que não somente elas se enriqueçam com este tesouro, mas que distribuam esta preciosa moeda com todo seu poder em abundância, esforçando-se por enriquecer todo o mundo sem temer que ela desfaleça, porque, quanto mais elas tomarem, tanto mais encontrarão”.

A Guarda de Honra do Sagrado Coração

“Esperei em vão quem tivesse compaixão de mim, quem me consolasse, e não encontrei” (Sl 68, 21)

A Guarda de Honra foi fundada em 13 de março de 1863, no Mosteiro da Visitação de Bourg-en-Bresse, na França, pela Serva de Deus Irmã Maria do Sagrado Coração.

Ela, por inspiração particular de Nosso Senhor, e fiel ao espírito da Ordem da Visitação, fundou a Guarda de Honra do Sagrado Coração, com a finalidade principal de consolar o Coração de Jesus dando-lhe Glória, Amor e Reparação.

Um Caminho para todos

Cada um de seus membros é convidado a dedicar uma hora do seu dia, sem nada mudar de suas obrigações diárias, nem de suas ocupações habituais, para estar junto ao Coração de Jesus, a fim de consolá-lo, oferecendo-lhes seus pensamentos, palavras, obras, alegrias e sofrimentos.

Assim nos diz o Manual da Guarda de Honra:

“Verdadeiramente, todas as almas são chamadas a este Coração e para que todas possam responder a este chamado pede-se-lhes tão só a oferta e a santificação das ações ordinárias durante uma hora por dia. Sendo que os inumeráveis Associados estão espalhados por todas as partes do mundo, não haverá um só instante do dia nem da noite em que o Sagrado Coração não receba de seus Amigos particulares homenagens”

Portanto, todos podem participar da Guarda de Honra, não importando seu estado de vida, sua profissão ou condição particular.

O Monte Calvário

Como nos ensina São Francisco de Sales, o Monte Calvário é a “verdadeira Academia da dileção”, isto é, onde nós podemos aprender a ciência divina do Amor. Portanto, continua a nos dizer o santo Doutor, no seu inigualável Tratado do Amor de Deus:

“O monte Calvário é o monte dos amantes. Todo amor que não tira sua origem da paixão do Salvador é frívolo e perigoso”

É, portanto, no Calvário, onde nasce a espiritualidade da Guarda de Honra.

Ali, aos pés da Cruz de Nosso Senhor, junto à Santíssima Virgem, São João e Santa Maria Madalena, no momento em que a lança do soldado transpassou o Coração de Jesus.

O Manual da Guarda de Honra assim nos diz:

“Na Verdade, os Associados de Honra encontram-se próximos ao Sacrário na santa vigília do Calvário, demonstrando seu tríplice amor:

Com MADALENA, o amor arrependido. Compenetrados da lembrança de suas faltas prostram-se diante do Coração Ferido do Bom Mestre, consolando-o com seu amor durante a Hora de Presença.

Com JOÃO, o amor reparador. De pé, próximo ao Cristo Crucificado, colhem, e oferecem a Deus sem cessar pelas necessidades da Igreja e a conversão dos pecadores, o Preciosíssimo Sangue e Água, brotados da Ferida do Coração de Jesus.

Com MARIA, o amor imolado”.

“Olharão para aquele que transpassaram” (Jo 19, 37)

A “Hora de presença” honra particularmente o Coração de Jesus transpassado pela lança. Assim nos diz o Manual:

“Assim sendo, a Hora de Presença quis fixar a atenção no Coração de Jesus, transpassado pela lança do soldado, e reunir almas reparadoras ao redor do Coração Ferido”.

Portanto, cada membro é convidado a, durante sua Hora de Guarda, oferecer ao Pai eterno o Sangue e a Água que brotam da ferida do Coração de Jesus, em reparação por nossos pecados e os da humanidade, em sufrágio das almas do Purgatório, e pelas necessidades da Santa Mãe Igreja.

A Guarda de Honra de se difundiu pelo mundo inteiro, inclusive no Brasil.

Escola de profunda espiritualidade

A Guarda de Honra é uma escola que formou inúmeras almas para a santidade, na generosa oblação ao Coração de Jesus.

Entre elas, destacamos aqui somente uma: a Beata Maria de Jesus Deluil Martiny, que viveu uma grande união espiritual com a Irmã Maria do Sagrado Coração, sendo a primeira zeladora da Guarda de Honra e sua incansável divulgadora.

Deixemos que ela nos explique um pouco a espiritualidade da Hora de Presença:

“Nosso Senhor fez reunir, por sua Guarda, os filhos e os escolhidos da Chaga de seu Coração, a fim de que esta falange sagrada, por todos os batimentos dos corações que a compõe, lhe façam um perpétuo oferecimento do Sangue e da Água brotados de sua Chaga de amor.

É o serviço sagrado da Guarda. E em troca – divina troca! – Jesus introduz suas Guardas, por esta ferida, no mais profundo de seu Coração, e os encerra nesta divina morada, no meio da abundância de todos os bens. A Guarda está fundada sobre a Chaga do Coração de Jesus.

– O oferecimento do Sangue e da Água brotados desta amável Chaga, durante a hora da Guarda, parece um desejo divino de Nosso Senhor.

Esse é um sacrifício de reparação muito excelente, uma consolação eminente pelo amor desprezado de Jesus; porque oferecemos assim a este doce Mestre, o último e sublime dom de amor que ele fez aos homens em sua Paixão.

– É o amor divino, consolado por seu próprio amor… Enfim, é um sacrifício de impetração muito eficaz para a Igreja e as almas.

A Guarda se estreita, em espírito, e se estreitará cada vez mais ao redor do Sacrário, porque é ali que encontra o Coração de Jesus vivo, quase no mesmo isolamento que no Calvário, e sem cessar ferido por esta lança mais cruel que aquela do soldado, e que se chama Indiferença, Desprezo, Ingratidão das almas…”

A Beata Maria de Jesus posteriormente fundou as “Filhas do Coração de Jesus”, religiosas de vida contemplativa, dedicadas à Adoração perpétua.

Convite

“Vinde a mim, vós todos que estais aflitos sob o fardo, e eu vos aliviarei. Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis o repouso para as vossas almas. Porque meu jugo é suave e meu peso é leve” (Mt 11 28-30)

Você também está convidado a fazer parte da Guarda de Honra, a viver esta vida de intimidade com o Coração de Jesus, no seu dia a dia. Você também está chamado a dar, com a sua vida, Glória, Amor e Reparação ao Sagrado Coração.

Para conhecer mais sobre a “Guarda de Honra”, e para se inscrever, favor entrar em contato com:

Associação da Hora de Presença

Caixa Postal 378
Barbacena MG

E-mail: mostbarbacena@hotmail.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.