Foto de Rachel Claire no Pexels

“Não se preocupe com o que pode acontecer amanhã; o mesmo Pai eterno que cuida de você hoje, se encarrega de você amanhã e todos os dias. Ou Ele protegerá você do sofrimento, ou lhe dará a força infalível para suportá-lo” São Francisco de Sales.

A gente sabe que o povo de Israel no deserto não confiava em Deus porque em cada provação os israelitas queriam voltar ao Egito e murmuravam muito.

A gente sabe se confia em Deus quando as coisas apertam. A confiança em Deus não quer dizer que não teremos tribulações e sim que, confiantes seguiremos firmes em cada obstáculo.

Não se mede a fé pelas poucas dificuldades que passamos, a fé não reduz o sofrimento. A fé se mede pela maneira que lidamos com o sofrimento. Sofremos e choramos porque não somos anjos, mas como diz São Paulo:

“Somos afligidos de todos os lados, mas não vencidos pela angústia; postos entre os maiores apuros, mas sem perder a esperança; perseguidos, mas não desamparados; derrubados, mas não aniquilados” (1Cor 4,8-9).

O deserto para o povo de Israel era o momento para saber o que tinha no coração do povo. Deus nos leva ao deserto para descobrirmos o que há em nosso coração.

Não que ele seja mau e sim porque ele só pode nos dar um coração novo, quando nós percebermos que nosso coração é de pedra.

Se você se desesperou e não confiou, chegou o momento de pedir um novo coração. Vamos nos aventurar no oceano de Deus. Há ondas e tempestades, mas seguros estamos de que vamos chegar onde Deus mora.

Deus é contigo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.